Vida

UM CAFÉ E UMA CONVERSA

By on 27 de janeiro de 2019

Mudou desde o último post. O ano e um pouco da vida. Outubro foi minha última postagem e o mês mais angustiante. Eu não estava bem, a mente não estava bem. Foi bom que Novembro chegou e viajei, conheci Portugal, Paris e Madrid, e isso foi um baita presente para recarregar minhas energias, ver o ritmo de outras cidades me faz olhar para a vida de um jeito novo, mas agora reafirmou o que ainda tinha dúvidas: eu tenho pressa. Talvez os meus 31 anos que logo irão virar 32 estejam me fazendo ter pressa de viver, pressa de viver o que sinto ser melhor agora, pressa de viver a vida, de viver o real, pressa de ter uma rotina, pressa de conhecer pessoas, pressa de acordar cedo, pressa de sair e sentir o ar, pressa do sol tocando meu cabelo, pressa de sentir a chuva, pressa.

Faz um mês que estou trabalhando fixo, minha carteira de trabalho já está assinada e faço algo que amo muito! Não quero falar ainda sobre o trabalho porque aprendi que preciso continuar guardando comigo aquilo que somente é meu, não é necessário compartilhar, nem mesmo neste espaço tão individual que tenho tanto carinho. Mas posso dizer que foi a melhor decisão que tomei pelo bem da minha saúde mental. Preciso dessa “rotina”. Tenho pressa. Ser empreendedora e ter algo que estava dependendo unicamente de mim me esgotou, me deixou sem energia, me deixou sem rotina e, algo que era para me fazer sentir livre, me fez sentir prisioneira de mim mesma e dos meus pensamentos. Pior sentimento. Poderia dizer que desisti, mas não é verdade, eu não desisto, eu me reinvento. E faço isso para que possa continuar trabalhando meu lado criativo, esse lado que é livre, é desprendido. Me sinto bem agora. E tenho pressa de estar bem comigo.

rival sons – imperial joy

Continue Reading